Meu primeiro anal foi também a minha primeira vez – Partes 1, 2 e 3

  Meu primeiro anal foi também a minha primeira vez - Parte 1 Conseguem acreditar que a minha primeira vez foi logo na bundinha? Até aí, acho que normal. Mas e seu eu disser que foi numa plantação de repolho? Fico imaginando as pessoas comendo salada de repolho, refogando, fazendo chucrute. E foi com um…

Quem me dera… de quarentena com aquela priminha que já lacrei

Quem me dera... de quarentena com aquela priminha que já lacrei Uma semana já sem aula, longe dos meus contatos, saudades dos meus contatos, necessidades dos meus contatos, principalmente dos contatinhos... quer dizer, das minas mais chegadas, aquelas que costumam dar um alívio de vez em quando, e eu sem alívio algum, a não ser…

Quando meu tio me comeu

Quando meu tio me comeu Meu primeiro ano de faculdade foi meio intenso... e tenso. Intenso porque eu tinha de trabalhar e ia para a escola direto do serviço. Chegava tarde em casa, cansada, querendo nada, a não ser dormir. Tenso por causa das brigas com o meu namorado, meu único menino até então, que…

Só não avisei que o marido é corno violento

Só não avisei que o marido é corno violento Sou morena, 29 anos, corpo bem definido, do tipo que costuma chamar atenção na rua, mas que não chama muito, porque sou casada, sou professora de educação infantil e, por uma questão de respeito e postura, costumo me vestir de forma bem discreta. Meu marido, 32…

Mulher casada cheira a pólvora…

Mulher casada cheira a pólvora, homem casado cheira a encrenca Um dia me dei conta de que não existe coisa melhor nesse mundo do que transar. Verdade! De repente descobri um mundo novo. Foi quando passei a morar sozinha, no meu próprio espaço, livre e independente, sem precisar prestar contas a ninguém. Bom... foi mais…

Renata e seus boquetes – Parte 4

RENATA E SEUS BOQUETES - Parte 04 A continuação A gente fica agoniada, não tem jeito. Já andei conversando com outras meninas e todas me disseram que a espera pela primeira vez é mesmo uma coisa sempre angustiante, uma expectativa sem igual, ainda mais quando a gente sabe quando e onde vai acontecer. O momento…

Renata e seus boquetes – Parte 3

RENATA E SEUS BOQUETES - Parte 3 A história do meu avô mexeu com a minha cabeça, e a minha cabeça mexeu com outras partes do meu corpo. De repente, os dias da semana começaram a ser difíceis para mim, já quase não aguentava mais esperar pelo sábado, pelo domingo, pelo meu namorado... verdade é…

Renata e seus boquetes – Parte 2

RENATA E SEUS BOQUETES - Parte 2 Quem era aquela Renata para quem, e de quem, meu avô escrevia? Seria uma antiga namorada, um caso extraconjugal, uma simples aventura em algum momento qualquer da sua vida? Seria um caso atual? Boquetes? Por que boquetes? E o que tinha a ver… será que tinha alguma coisa…